Controle de acesso aumenta segurança e reduz custos na sua empresa



Não há dúvidas de que a segurança pública é um dos grandes problemas do país. Na contramão dessa realidade, empresas privadas adotam tecnologias para monitorar acessos e preservar tanto o patrimônio físico quanto o material, representado pelos funcionários e demais colaboradores. Afinal, esses representam o bem mais valioso de toda e qualquer empresa.
 

Mais liberdade, ganho de tempo e redução de custos

O controle de acesso garante ao ambiente profissional uma liberdade que antes não existia. Por exemplo, em vez de se preocuparem com possíveis invasões ou roubos, os diretores e gestores podem investir em esforços na própria atividade profissional. Isso implica em ganho de tempo e redução de custos.

Tradicionalmente, a implantação de um sistema de controle de acesso sempre envolveu um aparato tecnológico, com manutenção de equipes externas apenas para controle dos ambientes. Hoje, no entanto, essa realidade mudou. Por exemplo: é muito raro encontrar uma pessoa que não utiliza smartphone no dia-a-dia. Então, por que não aproveitar esse mecanismo para gerar um controle de acesso mais barato?

Credencial virtual

É aí que nascem as credenciais virtuais, que podem substituir os tradicionais crachás. Juntamente com outros mecanismos de controle de acesso, elas são validadas pelo próprio smartphone, pela biometria ou, ainda, por um código PIN. Além dos próprios celulares, a tecnologia pode ser aplicada em relógios inteligentes.

Veja outros tipos de credenciais virtuais

  • Reconhecimento Facial: semelhante à biometria, o reconhecimento facial é revolucionário. Desse modo, a pessoa consegue ser reconhecida assim que ela olha para a câmera de segurança. A tecnologia é capaz de fazer a leitura facial do funcionário e equiparar os resultados com informações do sistema. O ponto positivo é que, como se trata de um sistema inteligente, consegue captar fraudes, como quando aparecem vídeos ou fotos na frente da câmera.
  • QR Code: indicado para empresas que já utilizam mecanismos de segurança, o QR Code pode aparecer na tela do celular do colaborador e ser validado na portaria. Geralmente, o código tem um prazo de validade para impedir que ele seja utilizado por outra pessoa. As empresas que fazem aluguel de bicicletas e de patinetes já operam com esse sistema na hora de liberar o uso dos equipamentos, por exemplo.
  • Bluetooth: outro dispositivo para liberação de acesso é o Bluetooth. O ponto positivo é que a tecnologia está presente em celulares, notebooks e outros dispositivos, o que facilita a interligação com o dispositivo Bluetooth da empresa. Ele pode ser implementado no prédio em locais não visíveis e, mesmo assim, os colaboradores conseguem fazer o emparelhamento. É mais um reforço na segurança, pois a não visibilidade do dispositivo evita vandalismos.

Facilidades das tecnologias adotadas

As tecnologias mencionadas acima podem auxiliar a reduzir custos em empresas, quando bem pensadas e visualizadas como investimento em bem-estar.

Viu como não é necessário tanto aparato tecnológico para garantir o controle de acesso? Para isso, no entanto, é importante que você tenha o auxílio de uma empresa especializada no serviço. Afinal, estamos falando de segurança para pessoas, para dados e informações.


NwayPro, 20.MAIO.2019 | Postado em Artigo


  • 1
Exibindo 1 de 1